quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Me amarrota que eu tô passada...de vergonha!!!

E vamos ao supermercado fazer a feira da semana!
Marido ,eu e filho Gabriel.
Eu ,como sempre,super,hiper ,ultra,mega,power,über animada!!!
Marido,beeemmm menos!
Gabriel,neutro,sempre do meu lado...
Supermercado chique tem pianista ao vivo,e  conforme a música,surge até uma vontadezinha de sair rodopiando pelo salão,supermercado,mesmo abraçada a um saco cheio de pepinos!
E entre frutas,legumes e verduras,assovio,e tento não dançar em meio àquela multidão!
Vontade de cantarolar me toma por completo,e eu até começo;

-The moment I wake up
 before I put on my make up
I say a little prayer for you...
While combing my hair now
And wondering what dress to wear now,
I say a little prayer for you












Mas o olhar do marido adormece instantaneamente a cantora de jazz/samba,mpb/ multitalentosa e multifacetada que habita o âmago do meu ser... 

E bem a tempo,porque se eu  me empolgasse,seria capaz de pegar uma cenoura,fazer de microfone,cantar a música todinha,fazendo caras ,bocas e trejeitos,torcendo até o pescocinho(igual a Fat Family)!!!


E então me calo...



E deveria permanecer calada...



Mas preciso de um favor...e vou pedir...

Enquanto eu pego o mamão,vejo o marido na banca de batatas...e lá vou eu!

Super alegre e sorridente,chego delicadamente(ainda bem),pego no braço do sujeito, e digo:

-Você pega a mandioca?

Enquanto mudava de cor e ficava gelada,ouvi o Gabriel dizer:
-Mãe,o pai tá lá,ó!
Só então percebi que não era o braço do marido que eu segurava,e o senhor em questão[com cara de quem chupou limão] olhava para mim,não entendendo nada e a esposa do digníssimo[com cara de quem pisou num prego],sem saber o que pensar...

Soltei o braço dele e só consegui dizer,descaradamente:
-Ai,moço,desculpa...achei que fosse o meu marido... é que a sua camisa é igual à dele!!!

_Foi nada,não[e sorriu o sorriso mais amarelo que eu já ganhei na vida]...

E o Gabriel,indignado:
-Nossa,mãe ,"é pra acabar"!

E eu:
-Que foi,"moleque",não posso nem me enganar?Não tá vendo que a camisa dele é igual à do seu pai?


Nem precisou responder,porque só aí percebi que o homem estava de camisa marrom,lisa,e o marido,aproximou-se de nós...


com uma camisa vermelha listrada de branco!





Acho que eu não tô boa,hoje!!!

9 comentários:

  1. rsrsrssrs...essa foi ótima! Os olhares do meu marido tbém jogam muita água fria em mim, quando me proponho a fazer coisas que quero, e ele acha um absurdo!...rs.

    Beijo querida

    ResponderExcluir
  2. kkkkkkkkkkk.......Imagino a cara do marido qdo soube da história.....
    Bjos...Marcia Barbosa
    mabele23.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Marcinha to aqui me acabando de rir imaginando a cena. Fiquei imaginando a cara do seu Gabriel. O meu Gabriel ia fingir que não me conhecia rsrsr. Bjs!!

    ResponderExcluir
  4. Amiga to rolando de rir aqui!!!! A culpa foi da música que te deixou distraida huhuhuhuhuhuhuhuhu

    Maridon mandou um abraço e lembrou de um dia q eu confundi ele com meu cunhado huhuuhhhuhuuh

    Então não é só vc!! =]

    ResponderExcluir
  5. Tô morrendo de rir... parece até os foras que eu dou. Bjs

    ResponderExcluir
  6. Você me mata criatura. Ri tão alto que acordei o marido.
    Bom demais Márcia. Você é uma grande escritora do cotidiano. Adoro ler seus textos, acho q já disse isso várias vezes, e sei que vou continuar dizendo. Nota 1000.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  8. KKKKKKKKKKKKKKKKKKK achei o que procurava rir,estou meio depÊ.BEIJINHOS

    ResponderExcluir
  9. Já passei por situação parecida.Vc é demais!!!!
    Beijos mil!

    ResponderExcluir