quinta-feira, 1 de novembro de 2012

A visita do gatão:senta que lá vem história!


Semanas atrás,num momento qualquer,marido me perguntou se eu havia notado algo de diferente em casa.
-Não!disse eu.
-Pois eu acho que tem "alguém "nos visitando...
-Alguém "quem"?
-Sei lá,você não tem ouvido uns barulhos estranhos?
-Não...
-Pois eu ouvi,e acho que é aquele gatão da vizinha...
Tentei me lembrar dos "gatões" da vizinhança,mas a lista foi curtíssima.
-Não conheço!
-Aquele gato branco,gordo,eu acho que é ele que vem fazendo uns barulhos estranhos na laje!Faz dias que eu venho reparando!


Dei uma de Google e processei rapidamente no pensamento:
-Gato+gordo+barulhos+laje=gata gestante procurando um lugar aconchegante para dar à luz os filhotes!
Adoraria estar errada,mas como sempre,eu estava certa.


Dali em diante,como que por encanto,comecei a ouvir os barulhos,ou melhor,os miados incessantes .
Dia após dia,noite após noite!
E é claro que começou a me incomodar.
Não entendo de gatos...gosto,mas não tenho gatos[tenho asma]!
E numa determinada manhã,após uma noite insone "por mor"dos miados,eu disse para o filho:
-Fala para o seu pai dar um jeito nesses gatos,senão vou ter uma síncope!


Cheguei do trabalho...marido havia ido trabalhar,e o gato tava lá...firme,forte,miando muuuiiitoooo!!!
Liguei para o Corpo de Bombeiros e fui orientada a procurar alguém para o serviço,porque eles não fazem esse tipo de resgate.


O bombeiro disse que deveriam ser retiradas algumas telhas e que  soltar traques ou bombinhas podia ajudar,já que a mãe não ia deixar que tocassem nos filhotes.

E então,no dia seguinte após o trabalho,  passando pelo supermercado comprei  alguns sachês de Whiskas.
Chegando em casa tarde,cansada,moída,morta,matada e morrida,ouço do portão os estalos:
-Pá...pá...pá...pá...pá!
Alguns " pás" depois,chego no fundo do quintal e encontro marido e filho no  telhado.
Marido soltando bombinhas,enlouquecendo o meu juízo(e provavelmente o juízo da gata mãe)...
E nisso passou correndo pelo telhado um gato  já grandinho,de aproximadamente 20 cm,assim:


.


Marido tentou pegá-lo,levou uma mordida na mão e soltou o gatinho bruscamente,que despencou do telhado,caindo desfalecido pertinho de mim me fazendo quase desmaiar(de dó,de susto,de nervoso e de medo que ele estivesse morto)...
Eu peguei o corpinho do gatinho desmaiado,coloquei num balde com medo que o cachorro o atacasse.

:)

Ele respirava,mas não se mexia,me abalando profundamente!
Com a mão no peito,fui tomar um copo de água.
Na cozinha,percebi que o miado continuava e vinha forte...sabem de onde?
De dentro da coifa!
Sim,pessoas...da coifa!

Com a cabeça girando,dei a notícia para o marido...que por sua vez,continuou soltando bombinhas feito um louco celerado...

Dei um grito com ele pedindo que parasse e  desmontasse a coifa para tirar o coitado do gato logo(não foi bem  assim,precisei dar barraco)!
E então ele desceu,fez o que eu disse e retirou o "visitante",que era assim:


love black cats


Colocou-o  no balde junto com o irmãozinho,que já estava melhor,com os olhos abertos e respirando direito,querendo sair do balde,e os levou para uma vizinha no final da rua que ama gatinhos!

Disse que ela os recebeu com alegria...


.


e que o "branquinho" andava normalmente...


me deixando bem aliviada e feliz com o desfecho do caso!




Notícias recentes:


Depois de tudo passado,falávamos sobre o assunto e eu disse ao marido:
-Ainda bem que a gente não ligou a coifa,senão já pensou o que ia ser do gatinho?
E ele:
-Eu liguei,mas não funcionou![Dãããr]
Aproveitei para dar bronca no marido por ter soltado o pobrezinho no ato da mordida...
E ele deu a seguinte resposta:
-Imagina,gato não morre fácil,não...tem 7 vidas!
E eu rebati:
-Agora tem só 6,porque você gastou uma vida dele com a queda do telhado...



Os sachês de Whiskas foram entregues para a mulher que ficou com os gatinhos...



Ela me disse que batizou o pretinho de Sushi...
E o branquinho de Sashimi!

Perguntei a ela se eles não sentem falta da mãe, e ela mer disse que a mãe já não se importa com eles,pois estão crescidinhos e sabem se virar.


E eu não perdôo a gata mãe por isso...não consigo,não tem jeito!






imagens catsdo.com

11 comentários:

  1. Olá Marcia!!! Como sempre, muito engraçada sua historia. Eu gosto de gatinhos, mas eles lá e eu cá. Sempre fui mais de dogs mesmo... Meu quintal eh enorme e há uns tempos atrás, antes de eu ter o Yuki, os gatos todos da vizinhança vinham passear no meu quintal. No frio, eles se enfiavam no motor do carro. Quando marido dava ré no carro, era um tal de gatos saindo pelo carro... rsrs...
    Mas se eles fizessem só isso tava bão. E o xixi, e o cocô?? Esse foi um dos motivos pra eu pegar o Yuki... fiquei pensando, poxa vida... não tenho bicho e tenho que ficar limpando caca dos bichos alheios??? Não eh ruindade, mas eh fogo né? Dai que agora eles não aparecem mais... Vez ou outra, eles ficam querendo nhanhar, e fazem uma algazarra na porta de casa mas logo param...
    Beijos pra vc, querida!
    Bora se encontrar no shoppinh qq dia desses???

    ResponderExcluir
  2. Adorei a historia ,quase deu pra ver a cena,rsrsrsrs.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. kkkkk menina que sufoco fiquei aqui imaginando a confusão, aida bem que no final teve final feliz !!!
    beijocas e bom feriado Vanessa.

    ResponderExcluir
  4. Márcia-do-céu!

    Ainda bem que não foi aqui em casa. Karol tá me deixando louca querendo um amiguinho felino. Ela também tem asma, alergia e etc...
    Mas que fofinhos, né?!! Até eu ia ficar querendo esse branquinho fofuxo!
    Amo suas histórias, conta outra da sua sobrinha linda! Ela é demais!!!

    Bjinhos e um ótimo feriadão pra vc!

    ResponderExcluir
  5. Olá Marcia!!
    Você é sensacional!!
    Parece história em quadrinhos!! Adorei!!
    E o final então...felizes para sempre!!!Amei!!
    Beijinhos feliz dia e um ótimo feriadão!!

    ResponderExcluir
  6. .


    Eu já te xeretei, só falta
    tu, me xeretar.

    Beijos,

    silviofonso






    .

    ResponderExcluir
  7. Deve ter sido bem desagradável o barulho, mas to aqui rindo alto.
    Mulher tu é uma figura para relatar suas histórias.

    Beijo grande e bom feriado.
    Andréa Cabral

    ResponderExcluir
  8. Meu Deus! A saga dos gatinhos Sushi e Sashimi!
    como sempre suas histórias me fazem chorar de tanto rir.
    Beijão e bom fim de semana!
    Rô Garbuio

    ResponderExcluir
  9. Visualizei a cena inteirinha.
    rsrsrsr
    bjus

    ResponderExcluir
  10. Oi Marcia, gostei muito da sua história ter final feliz, fiquei preocupada com o gatinho que caiu!!rs
    Eu tbm tenho asma e rinite mas sempre criei gatos e outros animais desde criança, agora só tenho uma gatinha que mora no quintal e NUNCA entra em casa porque a minha alergia é muito forte!
    Como sempre adorei texto!
    Bjks

    ResponderExcluir
  11. Oi Marcia, é a Vi, quase desmaiei junto com o gatinho, ahhh pobrezinho dele cair do telhado, mas ainda bem que tudo se resolveu.
    Gostei da originalidade dos nomes dos gatinhos.
    Muitos beijos,Vi

    ResponderExcluir